23 novembro 2011

Facebook, versão stalker

Ah pois, desde ontem que pertenço aqueles que vêem tudo, sabem de tudo no Facebook. E sim, garanto que é uma mela berda, como diz o outro.
Ontem estava irritada, achei tolo, aquilo está sempre a dizer o que toda a gente faz, e eu fiquei com a noção que tudo o que eu digo e gosto também é visto por toda a gente. Ora meus caros, não há cu. Ninguém merece andar em tal controle nem ser controlada dessa maneira, é assim como quem diz feiote. Mas hoje já me fez dar algumas gargalhadas, ele é os cheirões* que metem like em várias fotografias de gajas, normalmente em tipas com ar vulgar, reforço o normalmente, porque alguns já me meteram like em fotos o que me mete no mesmo saco injustamente, mas pronto o que quero dizer é que vão a tudo o que mexe, acham tudo espectacular! Ah e os gays, mesmo aqueles que não são assumidos, metem like lá nuns mocinhos e pimbas! Aparece-me as fotos dos tipos a seduzir a câmara, e por norma com decotes em bico, sem pelo ou meios desnudos, assim em grande no meu feed. Recalculando, ontem estava toda fodid*, hoje acho que afinal nem tudo é mau nisto de ser uma stalker involuntária. Valham-me as gargalhadas.


*Cheirões: Aquele tipo que anda aí a cheirar tudo o que é gaja, e que faz, precisamente o que descrevi em cima, são por norma a salvação de todas as gajas, segundo eles, e elas, as que eles cheiram, são por norma, todas, a última coca-cola do deserto. Objectivo principal: sexo.

1 comentário:

  1. haja sentido de humor no meio disto tudo! :-)) (dusi)

    ResponderEliminar